O PARTO DOMICILIAR PLANEJADO ESTÁ INDICADO PARA:
• Gestante com desejo de protagonizar o processo de parir;
• A gestante e seus acompanhantes devem estar esclarecidos e confiantes no Parto Domiciliar Planejado;
• Gestante de Risco Habitual (Baixo Risco);
• Gestação entre 37 e 42 semanas;
• Somente partos naturais (com início espontâneo e sem uso de qualquer medicação - para condução do parto ou analgesia);
• Bebês em posição cefálica (com a cabeça voltada para baixo).

Imagem linha

CONDIÇÕES PARA O PARTO DOMICILIAR PLANEJADO

Não ter alteração de saúde da gestante ou do bebê. O bebê deve estar em posição cefálica (de cabeça para baixo) e não ter anormalidade física ou genética. Não deve haver nenhum sinal de problemas com a placenta e sua circulação. A gestante deve estar saudável e não apresentar problemas de saúde crônicos ou específicos da gravidez, durante toda a gestação e o momento do parto, como: pressão sanguínea alta ou estar em tratamento para hipertensão; ter problemas hormonais sem tratamento (ex. hiper ou hipotireoisismo), diabetes, problemas do sistema nervoso (tumores, epilepsia ou depressão); dependência química; má formação ou problemas do útero (miomas, cirurgia com corte vertical no útero).

Para garantirmos as melhores condições para um Parto Domiciliar Planejado, a gestante deve ser acompanhada por um médico obstetra e ter ao longo de sua gravidez pelo menos 6 consultas de pré-natal, 2 baterias de exames de rotina e estar vinculada a um hospital de referência. 

Imagem linha

PRÉ-NATAL

Poderá ser realizado pela equipe do Quatro Apoios desde o início da gestação se assim a gestante preferir através de visitas individuais. A partir das 36 semanas de gestação inicia-se o acompanhamento com o grupo para o Parto Domiciliar Planejado. Todas as visitas ocorrem em domicílio.
Nesta visita além da avaliação obstétrica é realizado o planejamento de todo o acompanhamento Pré- Natal, Parto e Pós- Parto. Neste encontro é realizado ainda, a assinatura do contrato e do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE).
As visitas são previamente programadas e ocorrem semanalmente a partir de 36 semanas de gestação.

As consultas de Pré-Natal têm por objetivo:
• Realizar a consulta de Pré- Natal do Enfermeiro;
• Acompanhar o estado de saúde da gestante e do bebê;
• Estabelecer vínculo entre o profissional, a gestante e família;
• Identificar e trabalhar situações que podem dificultar a evolução natural e/ou prazerosa do trabalho de parto;
• Preparar a gestante e seus acompanhantes acerca dos aspectos que envolvem o trabalho de parto, um parto ativo e métodos não farmacológicos para alívio da dor;
• Planejar o dia do parto;
• Preparar para que a amamentação ocorra de maneira efetiva, tranqüila e com o máximo de sucesso.